.comment-link {margin-left:.6em;} <$BlogRSDUrl$>
_

_ terça-feira, julho 15, 2008 _


o ritmo da noite


alguém se lembra do mega hit da Corona e do video em que ela tinha o tamanho de uma roda gigante? para o caso destas referências fazerem parte de alguma memória nostálgica, deixo aqui a revisão indie dos Ex-Otago. se bem que a versão original é mais aperfeiçoada e tem tudo aquilo que gosto no tecno-xunga-europeu:
- o nome da música é cliché mas é uma expressão bastante sonante, como quase tudo o que ínclua the night. quase que fui ver aquele filme do "we own the night". é a mesma coisa com paixão. "ondas de paixão". etc.
- se o refrão é uma ideia de libertação pessoal, se for xunga é libertador a sério. como quem diz if you don't cry / it isnt' love, se não for ridículo não é libertador.
- tem aquela coisa do ta-ta-ta-ta-tan-tan-tantan
- a letra da música acaba com a nota: (repeat till fade)
João | 00:06 |

6 Comments:

At 15/7/08 03:21, Anonymous gonn1000 said...

"quase que fui ver aquele filme do "we own the night". "

Não tinha Corona mas tinha Blondie :)

Gostei da revisão indie mas o original é melhor.

 
At 15/7/08 11:41, Blogger Simone said...

Quando fiz o roteiro do A feia noite, cheguei a colocar a música da Corona - em flashback.
Acho que essa nova versão ficou genial. Especialmente por não mostrar nada de noite.

 
At 18/7/08 21:33, Blogger João M said...

"A feia noite" é um título excelente.

 
At 24/7/08 11:20, Blogger dcc said...

Observações deveras incidentes.

 
At 24/7/08 11:20, Blogger dcc said...

(o anterior era sobre o "poste")

 
At 28/7/08 16:18, Blogger André said...

Então nao LEMBRO! É MARAVILHOSO!

 

Enviar um comentário

<< Home