.comment-link {margin-left:.6em;} <$BlogRSDUrl$>
_

_ quarta-feira, junho 13, 2007 _


tiro o carro ponho o carro

arrisquei ontem um pézinho de dança ao som de metáforas sexuais automobilísticas. tinha achado mais graça a um significado literal, estacionar um carro pode ser tão difícil e stressante. (o Rod Stweart canta sobre ter uma avaria no carro e telefonar à ex-namorada para pedir ajuda. "some guys have all the luck" - na verdade é sobre estar deprimido e passar uma má fase, mas acaba com esta parte da avaria no carro, o que está perto de ser um fim genial.)
a partir de certo momento ficaram apenas os adolescentes alcoolizados. não sei quem disse "a adolescência é penosa", eu concordo pelo menos um bocadinho, decidimos ir embora. descemos a rua da Sé e passámos pela igreja de Santo António com as velinhas a arder.
João | 20:50 |

3 Comments:

At 13/6/07 22:30, Blogger dcc said...

eu acho que nos santos devia vender-se, em primeiro lugar, em vez de sardinhas, caracóis. a sério. para além de gostar deles, seria interessante porque:
a) um bocadinho menos gente nas ruas (há mais a gostar de sardinhas do que de caracóis)
b) mesmo com um bocadinho de menos gente, os caracóis comidos seriam um paralelo às pessoas na rua, que andam 2 metros em 2 minutos.
c) o caracol é um animal hermafrodita.

 
At 13/6/07 23:09, Blogger dcc said...

(ah, mas eu não fui festejar)

 
At 19/6/07 22:37, Anonymous his moon his man said...

também ouvi isso,ao pé do limoeiro.a música que passa aí é sempre a melhor,mas pelo contexto.e reggae/jungle e aquela cena que estava a passar ao pé da sé NÃO SÃO música de santos.jazz riscado também não,mas desculpo o rui porque o conheço.

 

Enviar um comentário

<< Home