.comment-link {margin-left:.6em;} <$BlogRSDUrl$>
_

_ segunda-feira, julho 17, 2006 _


gosto da música Take off your cool do Andre 3000 - a Norah Jones, que também canta nesta música, nunca esteve tão cool.

[Norah Jones]
Baby, take off your cool
I wanna see you, I wanna see you
Baby, don't be so cool
I wanna see you, I wanna see you


no entanto, vejo por aí umas vespas tão bonitas e tãaao cool. estou a falar daquele modelo retro que voltou a ser comercializado, as minhas preferidas são as pretas com assentos creme.
qualquer dia vou mesmo tirar a carta e compro uma vespa. estou a ver-me com calças de ganga coçadas, óculos de sol Dolce & Gabanna e pólo Lacoste (desabotoado), com os braços morenos da praia, a subir a calçada de qualquer bairro lisboeta onde o meu namorado cool e simpático vive num apartamento com terraço e vista para o Tejo - depois tirarei fotografias da vista para o Tejo e postarei aqui no blog como mensagem de amor críptica, um poema ou a letra de uma canção debaixo da fotografia, e o blog vai ser só isso durante uns tempos, until I find another boy.


no filme Les roseaux sauvages do Téchiné (dizer os títulos em francês também pode ser cool, mas não é por isso, faço a opção pela sonoridade, por exemplo o Téchiné tem um filme que se chama Les Voleurs e eu digo Os Ladrões porque gosto mais da sonoridade Os Ladrões). nesse filme há uma cena em que o rapaz louro anda de mota com o rapaz moreno. o rapaz louro vai atrás, abraçado ao rapaz moreno, por quem está apaixonado. é uma cena muito bonita, já não me lembro se é em câmara lenta ou não, mas lembro-me que se ouve uma música do Samuel Barber que também é muito bonita. Adagio for strings e isto foi no Verão.
João | 12:35 |

16 Comments:

At 17/7/06 14:13, Blogger AnaSilencio said...

Concordo contigo. Aquele tipo dos Placebo é um pain in the ass com vozinha de eunuco.

:D

Também concordo com isso q dizes das pessoas demasiado afirmativas q não deixam entrever a mais tremelicante insegurança...normalmente são uns chatos mandões!

 
At 17/7/06 14:19, Anonymous dinis said...

acho que essa cena no filme do Téchiné não é em câmara lenta.

as vespas são muito cool.

 
At 17/7/06 15:17, Blogger rita said...

as vespas são Nani Moretti.

 
At 17/7/06 15:30, Blogger João M said...

mas Lacoste e óculos Dolce & Gabanna é mais Berlusconi! ; )

 
At 18/7/06 02:47, Blogger Mola said...

I know, you love the song but not the singer,
I know, you've got me wrapped around your finger,
I know, you want the sin without the sinner,
I know, I know.

(...)

'Scuse me,
I apologize,
He likes your attitude,
He tries it on for size,
He spends the afternoon,
Between your thighs,
How's that for gratitude,
I apologize.

 
At 18/7/06 11:25, Blogger sr_raposo said...

os placebo nunca foram cool..
nos e q eramos putos e fomos enganados por um frustrado que so queria ser um rock star, mais um entre a banalidade do circo..tudo se tornou claro quando eles começaram a vender a serio.

gosto das vespas.
nao gosto da dolce e galbana.

gosto do terraço.

gosto dos múm eles são muito muito cool.

4 real.

 
At 18/7/06 15:05, Blogger menstruated_boy said...

dispenso os óculos, a ganga, os placebo, o terraço, o tejo e fico-me c a vespa, o abraço e o techiné numa longa câmara lenta em qq bairro de lisboa.

 
At 19/7/06 00:54, Blogger João M said...

mola, que música é essa?

 
At 19/7/06 01:43, Blogger Mola said...

"I know" e "Lady of the flowers" dos placebo

eu quero tudo, incluindo os placebo!

 
At 19/7/06 23:30, Anonymous jonnyzipzap said...

humm ... axo k deve ser o meu filme preferido a par do presque rien... essa cena da mota é muito boa...mas o gajo k vai atrás não é loiro ( se nao me falah a memoria)

 
At 20/7/06 00:05, Blogger João M said...

mola, sem outro meio de contacto, reparei que apagaste o perfil no myspace. está uma pessoa com tanta publicidade ao seu perfil...

jonnyzizap, :-), se não era louro era castanho claro..

 
At 20/7/06 15:39, Blogger O Puto said...

Esse Adagio for strings não fazia parte de uma banda sonora? Se não me engano era no "Platoon". O William Orbit fez uma versão electrónica execrável dessa composição.

 
At 20/7/06 19:12, Anonymous Anónimo said...

Puto, o DJ Tiesto é q fez uma versão trance eufórico do adagio for strings. Muito boa para ouvir em festas da espuma em discotecas de província. Mas se calhar o William Orbit tb fez.

Filipe.

 
At 20/7/06 19:38, Blogger sophia said...

bem...eu só preferia mesmo ser eu a morar no tal do apartamento com terraço com vista para o tejo. não por mim mas pelo eirik kruder, eu gosto de ver o meu cão feliz. e por ele, só por ele, na garagem ter um mini amarelo...mas é só porque ele gosta muito de andar de carro.

 
At 21/7/06 11:38, Blogger serrano said...

A sensação de agarrar alguém que nos conduz numa mota é deveras estranha... não é só a carga sexual, mas também a confiança que se deposita em quem nos conduz. Enfim, ficamos vulmeráveis!
O galego Manuel Rivas tem um excelente conto sobre a descoberta da (homos)sexualidade, julgo que na colectânea "Chamadas Perdidas" - se não fôr nesse, é em "O Segredo da Terra", ambos Pub D. Quixote -, em que mete dois rapazes e uma mota.

 
At 1/8/06 04:20, Blogger Nuno Pires said...

Também quero esta Vespa!!! E a vista para o Tej, mas não se pode ter tudo (para já)...

 

Enviar um comentário

<< Home