.comment-link {margin-left:.6em;} <$BlogRSDUrl$>
_

_ domingo, abril 30, 2006 _


estive na mesma sala que o Melvil Poupaud. isto foi a ante-estreia do "Les temps qui reste" no Indielisboa. a cena final do filme fez-me pensar em dois outros: "Conte d'été" (de Eric Rohmer, pela praia e pelo actor) e "Son frère" (de Patrice Chèrau, pela praia e pela doença).
a certa altura, a personagem do Melvil rapa o cabelo. eu estou sempre a imaginar-me sem cabelo e foi sobre o meu próprio cabelo que pensei. também pensei na Jodie Foster a cortar o cabelo em "Os acusados".

João | 23:00 |

4 Comments:

At 1/5/06 13:39, Blogger saballeco said...

A Júlia nunca mostrou as mamas em nenhum filme porque, fez questão de ser bem diferente das outras.Queria (e consegui)provar o quanto vale como actriz.O máximo que ela fez (em relação às mamas, claro está) foi utilizar um wonderbra para o filme em que ganhou o Prémio da Academia "Erin Brockovich".

 
At 1/5/06 13:56, Blogger Daniel J. Skråmestø said...

Eu falei com o Melvil Poupau e disse-lhe precisamente que o final do filme me fazia lembra o "Conte d'eté". Ele respondeu-me que era propositado, que tinha sido essa a ideia do François Ozon.
Eu depois perguntei-lhe se era a mesma praia do outro filme. Ele disse que não porque na outra não dava para filmar o pôr do sol.
E foi esta a minha conversa com ele. Valeu a pena para perceber que ele é uma pessoa normal e simpática. Isso tornou-o muito mais interessante que qualquer aparição em cueca no écran.

Quando da estreia de "Erin Brokovich" vi a entrevista da Oprah à Julia Roberts. Ela não usou wonderbra, foi mesmo fita-cola industrial. Daí o Oscar.
(não me entendam mal, eu gosto da Júlia.)

 
At 2/5/06 04:19, Blogger veado_ said...

Nunca tinha posto a Jodie nessa categoria. Se calhar ela não tem uma, mas duas-dupla personalidade cinematográfica...lol Uma qdo faz de vítima (Os Acusados,O Silêncio dos Inocentes), outra qdo faz de megera (O Infiltrado,The Dangerous Lifes of Altar Boys). Mas aquela 'boquinha' é a mesma.

A Meryl Strip tb tem uma personalidade cinematográfica. A Demi Moore também. Geralmente só gosto dos papéis em que elas parecem perder os tiques que caracterizam essas 'personalidades' cinematográficas.

Parece que estive na mesma sala que tu mas não te vi. Também devias estar distraído a pensar na Jodie Foster...;-)

 
At 2/5/06 16:32, Blogger João M said...

tsst, tsst. tanta gente conhecida, e ninguém se conhece.

 

Enviar um comentário

<< Home