.comment-link {margin-left:.6em;} <$BlogRSDUrl$>
_

_ terça-feira, janeiro 31, 2006 _


há por aí uma polémica entre o José Mário Silva, o João Pedro George, o Pacheco Pereira, o Pedro Mexia, entre outros. "a crítica literária e a amizade". tenho acompanhado a discussão com desinteresse, mas hoje, à conta do blog do José Mário Silva, descobri o poema que segue:

Lembra-te que na dúvida
as pessoas não amam.

Que antes da dúvida
há muitos territórios
e que nenhum deles é o amor.

o autor do poema é o Nuno Costa Santos.

pertenço a uma rede organizada que troca e-mails em horário laboral. a nossa média de idades ronda os 25 anos, discutimos com toda a seriedade assuntos como a dúvida, o amor, a astrologia, o compromisso, o sexo. serve-nos de catarse e potencia o auto-conhecimento, como forma de encontrar no interior de nós a solução teórica. tinha estado há minutos a apagar e-mails que dissertavam sobre aquilo. estava certo, mas se conhecesse este poema em Novembro teria sido mais fácil.

antes da dúvida há muitos territórios e nenhum deles é o amor.

esta parte é anti-Vespertine.
o Vespertine é um disco muito bonito, mas com uma mensagem quase impraticável, ouço-o apenas enquanto compromisso político e ético. a Björk defende a prática do unfold in a generous way, mas ninguém consegue atingir esse estado sem segurança de contrapartidas.
reparo agora na coincidência, o disco tem um lado-b que se chama 'Generous palmstroke', eu dei o nome à minha conta no hotmail inspirado no título dessa música, palmstroke_jz (está ali no canto superior direito). tenho sempre de explicar que é uma referência ao generous palmstroke que só quer dizer 'aperto de mão generoso' e que é sobre a prática do unfold in a generous way e que é um lado-b da Bjork. a maioria das pessoas pensa que generous palmstroke é uma técnica rebuscada de masturbação masculina.
João | 17:17 |

6 Comments:

At 31/1/06 16:40, Blogger rita said...

outros rondam o caminho para os 27..
ainda que falas de polémicas, porque assim lembrei-me de fazer um post a dizer que não tenho paciência nenhuma para elas.

 
At 31/1/06 19:20, Blogger O Puto said...

Eu sou a prova viva da dúvida enquanto prova. Passei por isso há pouco tempo.
Essa da masturbação tem a sua piada.

 
At 1/2/06 10:16, Anonymous dinis said...

mas jz = generous?

 
At 1/2/06 14:56, Blogger João M said...

jz são letras mais ou menos aleatórias porque alguém já tinha registado só com palmstroke.

 
At 2/2/06 01:05, Blogger COCOnaVENTOINHA said...

generous palmstroke está para técnica rebuscada de masturbação masculina como unfold in a generous way está para técnica rebuscada de masturbação feminina.

A mim, nunca me enganastes!!

 
At 2/2/06 10:36, Blogger João M said...

não lançes boatos infundados, ouvistes??

 

Enviar um comentário

<< Home