.comment-link {margin-left:.6em;} <$BlogRSDUrl$>
_

_ quarta-feira, novembro 02, 2005 _


I could be a great star
Still I'm far from happy


lembrei-me desta música enquanto passeava ontem com a minha camisola nova. a minha camisola nova é toda rosa, rosa muito choque, e está assim próxima de ser o meu mais recente trapo inútil ou a minha mais recente camisola da sorte. pode dizer-se que é uma camisola numa encruzilhada. ah eu tenho calças da sorte, boxers da sorte e camisolas da sorte, de maneira que em dias especiais posso estar vestido todo de "sorte" sem que ninguém saiba. mas não era isto. vim aqui falar da Madonna, com introdução da música acima, a "Shadows" do Rufus Wainwrigth. só que agora que me pus nesta lenga-lenga, e para verem que domino a arte da citação, lembrei-me de outra música que é dos American Music Club

I'm just a shy boy sitting in a house
I sat up all morning and I waited for you
With my blue and grey shirt on
Yeah that's my lucky one


e se chama "Blue & Grey Shirt". este post não era suposto ser isto (outra vez), e de qualquer forma não me vou pôr com merdas porque sou um rapaz com mais atractivos sexuais do que o Mark Eitzel.
ok, talvez este post seja sobre associar ideias (acontece), porque vou saltar agora para o divã daquela terapeuta que disse para a doente com excesso de peso: "Não é que não seja bonita, você só não tem atractivos sexuais". eu acho que a doente curou-se para sempre. isto, claro, se a classe médica aceitar como cura a petrificação do coração. o coração é a víscera mais kitsch que temos.
mas devolvo este post ao seu início, a minha camisola nova. ultimamente ando a vestir-me todo de preto (o grunge vai voltar), de modo que uma coisa rosa equilibra as coisas. ainda por cima, gostei tanto da Madonna a fazer ginástica no último clip. a Madonna dita as modas. e ontem ia a passear, e as pessoas olhavam, ou melhor, olhavam e depois desviavam o olhar, e até os malabares do fogo na rua dos Armazéns do Chiado hesitaram perante a mancha de cor que se aproximava


Time goes by so slowly for those who wait
Those who run seem to have all the fun


deles. de certo modo, até represento algum perigo distraindo os freaks, porque as tochas de fogo podem ir parar à cabeça de um transeunte incauto.
hoje à noite, se tiver paciência, meto aqui uma pic da minha pessoa em preparos rosa.
só mais uma coisa. a música da Madonna, "Hung up", faz-me lembrar aquela outra do Rufus Wainwright - my phone's on vibrate for you. e já chega. i'm just a shy boy sitting in a house.

João | 14:40 |

10 Comments:

At 2/11/05 16:36, Blogger rita said...

meu deus...pareces a mulher que fazia apartes demasiado longos...perdi-me no teu raciocínio, de qq forma, tb não tenho muito tempo para ler com atenção. eu adoro o videoclip da madonna. e adoro a roupa dela.

 
At 2/11/05 16:44, Blogger João M said...

aceito q não se compreenda, até porque isto é um post feito por associação de ideias. se bem que eu não estive a fumar ópio. ou isto seria um poema.

 
At 2/11/05 17:18, Blogger dinis said...

adoro o clip da madonna, adoro o vídeo da madonna.

também me faz lembrar a música do rufus - o tema, o objecto 'telefone'. mas a da madonna é para se ouvir na fase seguinte, na fase 'i ain't your bitch'.

é muito gloria gaynorish, muito 'i will survive'.

 
At 2/11/05 17:52, Blogger O Puto said...

A última vez que repararam insistentemente numa t-shirt minha foi quando levei (inconscientemente) uma amarela para um bar gótico.

 
At 2/11/05 23:47, Blogger COCOnaVENTOINHA said...

há perigos vários de se escolher uma má camisola...

O amarelo num bar gótico pode não ser amigo da acomodação ocular e gerar uma cãibra na íris dos candidatos a morcego.

Uma camisola rosa numa zona gay-a-fingir-que-não-é-gay pode gerar um corropio de emoções pela sucursalização temporal da parada do orgulho.

(TODA a gente sabe q homens e rosa não combinam... e nunca me assoaria aos lenços de papel roxo-alfazema por achar demasiado rosas... preferia limpar o pingo na manga da camisola...)

Uma camisola tipo Abelha Maia também não é aconselhavel à observação de flamingos no estuário do tejo porque desatariam num vôo atabalhoado e inconsequente, podendo até levar a que alguns morressem de pescoço partido.

 
At 3/11/05 10:32, Blogger João M said...

caríssimo distribuidor de bosta: os homens e o rosa combinam definitivamente, principalmente os homens morenos. mas talvez a seguir à minha fase rosa venha a fase das lantejoulas, por isso esperemos uns tempos para eu te cumprimentar na rua (na rua da Rosa? eheheh) e gritar 'AI AGORA FINGES QUE NÃO ME CONHECES?'.

dinis, deste-me uma ideia para fazer uma playlist sobre o mote 'i ain't your bitch'! just wait and see.

puto, t-shirts amarelas rockam (em morenos, claro).

 
At 3/11/05 11:06, Blogger gonn1000 said...

Não sei se andas a inspirar-te na Madonna ou na Pink :P

Quanto a t-shirts rosa, talvez usasse uma com a capa do primeiro álbum dos Garbage. E mesmo assim, acho que só a usava para dormir (mas seria descerto um sucesso em qualquer festa de pijama).

 
At 3/11/05 11:07, Blogger gonn1000 said...

erro: decerto :P

 
At 3/11/05 15:52, Anonymous skizo said...

mais 5 pontos para o apontamento: 'o coração é a víscera mais kitsch que temos.'
o resto do texto é, como têm sido os demais, puro prazer.

 
At 3/11/05 17:06, Anonymous Anónimo said...

os bilhetes pré comprados deste mês para os autocarros aqui da zona são em tons roxos >_< o que eu me agonio qd os tenho de utilizar.

eu também acredito que rosa e afinidades não combinam com homens. mas eu sou retrógado.


Nowadays

 

Enviar um comentário

<< Home