.comment-link {margin-left:.6em;} <$BlogRSDUrl$>
_

_ terça-feira, agosto 09, 2005 _


Quando tiver uma casa, espero ter espaço para uma divisão excêntrica. Tipo isto:

@Leonidas

Não sei como é que o mundo aprende. Hoje, todas as casas têm paredes brancas. Estou farto desta hegemonia! Há 20 anos não era assim. Por exemplo, a cozinha da casa dos meus avós, onde cresci, tinha paredes castanhas (!) com uma faixa de azulejo azul e branco. As paredes do resto da casa eram amarelas. Na década de 90, a minha avó mandou pintar todas as divisões de branco e pôr azulejos novos. Já em casa do meu pai, cada divisão tinha uma cor diferente: azul claro no primeiro quarto, rosa claro no segundo quarto, verde claro na casa de banho, salmão claro na sala. Na década de 90, mandou-se pintar todas as divisões de branco e substituir a alcatifa verde por chão de madeira envernizado.

Tenho um feeling que isto é um ciclo, e que não tarda nada as pessoas se fartam das paredes brancas e voltam ao papel de parede e às casas multi-coloridas. Tive esta visão porque, com a minha máquina digital nova, ando-me a sentir um bocado como aquelas velhotas que espalham as fotografias de uma vida inteira em cima de mesas e paredes - paredes. O meu plano é tirar fotografias a preto e branco aos amigos, todos com um cigarro na boca, e espalhá-las por uma parede igual à que se vê acima. Já tenho a primeira, tirada ontem numa esplanada do Largo do Carmo.

João | 10:48 |

10 Comments:

At 8/8/05 17:15, Blogger rita said...

amigos com style, é o que tu tens!

 
At 8/8/05 19:26, Blogger O Puto said...

Apesar de fumar fazer muito mal à saúde, o acto em si, por vezes, ainda é considerado stylish.
Abaixo as paredes brancas! Vivam os degradés, as riscas, os padrões irregulares, os papéis de parede e a decoração temática. E até as casas sem paredes (assim não há cá indecisões).

 
At 8/8/05 23:54, Blogger gonn1000 said...

LOL...Um post bem ao estilo "Casa & Jardim" :P Mas essa ideia das fotos é engraçada, se calhar também a aproveito...

 
At 9/8/05 02:09, Blogger Monastero said...

Foi uma paranóia do modernismo, que tinha uma panca qualquer com a higiene, para além de que o branco "contém" todas as outras cores e permite uma maior reflectância, maior variação cromática por reflexão da luz do dia... enfim.

Há quem tenha comparado esse período com o das "casas raio-x": a preto e branco, transparentes, clínicas e desconfortáveis.

 
At 9/8/05 10:26, Blogger João M said...

Puto, James Dean style! Queres melhor? :-)

 
At 9/8/05 11:53, Blogger Nena said...

O branco não "contém" todas as cores.

O correcto é dizer que a luz branca é o resultado da sobreposição das luzes de todas as cores. É uma questão de se experimentar, até mesmo somente com os tons primários (vermelho, amarelo, azul) - sobrepostas, estas luzes confluem numa mancha de luz branca!

Se falarmos somente em cromatismo (matérico), então o negro é a junção de todas as cores. Ainda assim, o tom não chega a ser totalmente negro.

Desculpa, não consegui conter :)

Se precisares de esculturas para a casa nova...!
:D
*baci

 
At 9/8/05 14:40, Blogger João M said...

Mad, obrigado pelo insight. Quanto às esculturas, quando tiver uma casa nova eu aviso!

 
At 10/8/05 13:50, Blogger Kraak/Peixinho said...

Prefiro cores diferentes. Papel de parede, NAUM! Bah.

Hugzzz diferentes

 
At 10/8/05 23:22, Blogger Monastero said...

Olha, eu hoje vi uma casa com a parede pintada de preto. Things are changing! :P

 
At 11/8/05 11:49, Blogger Venus as a boy said...

Eu também gosto de cor! Por isso pintei uma parede de cada divisão lá de casa com cores fortes para contrastar com a alvura das outras paredes. E agora vou experimentar colocar papel de parede anos 70 no hall de entrada. Sugiro que vejam este link: http://www.papelesdelos70.com Alguém conhece outro sítio onde se possa comprar papéis deste tipo?

 

Enviar um comentário

<< Home