.comment-link {margin-left:.6em;} <$BlogRSDUrl$>
_

_ quinta-feira, fevereiro 03, 2005 _


1. O Eduardo Prado Coelho escreveu uma crónica sobre o novo conceito de família. Será de esperar que amanhã o Miguel Sousa Tavares goze com ele - o gordinho - e escreva, pela trigésima vez, que uma família é um homem e uma mulher. Tem sido assim desde o início dos tempos.

2. I've got that feeling again. Quero mudar. Se fosse mais fácil mudar de casa, era quase todos os meses. A minha vida mudava literalmente e fisicamente.
João | 13:06 |

3 Comments:

At 3/2/05 17:18, Blogger MP said...

Muda de país. é altamente terapêutico... Diz quem sabe! ;) um abraço

 
At 3/2/05 19:00, Blogger João M said...

: )
Adorava - mas sem os problemas logísticos e existenciais. Como vai a vida em Londres?

 
At 3/2/05 19:08, Blogger ludo said...

Mudar de país não altera grande coisa. Quaisquer problemas sentimentais e existenciais que possas ter, leva-los na bagagem sem que te apercebas disso. E quando dás por ti, estás a ter os problemas de sempre, em Londres e em inglês.

 

Enviar um comentário

<< Home